domingo, 8 de julho de 2012

Domingueira sem o Chefe!

08h00, temperatura fantástica, céu azul e o sol já raiava como se não houvesse amanhã e... ninguém estava no sítio do costume...Passados 10min, chegam Paulo, Quim-Zé e Zé Pedro. Cafezinho da manhã, e 08h25 chega o Faria.
Arrancamos em direcção a Sta.Catarina. Já a subir em pleno monte, o telefone toca e o Zica vinha-se juntar a nós. Durante a "longa" espera pelo Zica, surgiu o tema da manutenção do Faria feita à sua bina, e de referir que a roda traseira que "supostamente" estaria afinadíssima, dava apenas 2 voltas e meia e parava...O resto, deixo para as vossas cabeças pensarem a tremenda engenharia feita pelo Faria!!!
De referir o bacalhau assado na brasa (comido pelo Paulo em Guimarães) que ficou a aguar, pelo menos, na minha boca durante a 1h após o Zica chegar. Quando é que lá vamos? Arranjamos um track, e íamos lá almoçar à tasca, fica a ideia!
A andarmos bem, surge o primeiro problema. A afinação da bina do Faria, a dar conta de si, e a corrente tal era a força na subida, "já era". Todos à volta para solucionar o problema, com o Quim-zé a fornecer o "elo" para tudo ficar pronto para prosseguirmos caminho.
Eis que chegamos a uma subida, que chegou a valer um presunto, caso alguém a fizesse em cima "dela", mas o que é certo é que acabamos todos com ela à mão, pois as pedras soltas e a inclinação elevada tinha que se lhe diga.
Acabamos Zica, Zé Pedro, Quim-Zé, Faria, Paulo e eu, com 31km feitos (pouquinho), 680m de acumulado (estava quase nos 700m Paulo), naquele que foi um Domingo pela ausência do chefe, que nem à minha mensagem respondeu...Estaria a dormir? Chefe, pensei que os horários já fosse uma situação ultrapassada! É começar a marcar para as 7h30 para se sair às 08h.
Bons treinos até às 3h de resistência!
Aquele abraço,

6 comentários:

Paulo disse...

Pois eu devo dizer que a bina do Faria não necessita de manutenção! Afinal a folga na roda de trás era só uma anilha. Mas como o Faria diz, a minha ... não a minha ... não necessita de manutenção. E mais agora, vai ao Sr. Armindo mudar uma corrente! Os dotes de engenharia do Faria dizem que transmissão não é necessária. A cassete dá perfeitamente para levar uma corrente nova em cima.

Como nota; O Faria continua muito dependente do grupo, hoje não tinha ferramenta, nem elo rapido. Noutros dias não tem água, noutros não tem impermeável, noutros não tem calções, noutros não tem calças, noutros não tem dinheiro, noutros não tem presunto. Enfim!

Faria disse...

Paulo:
Já sou crescido e suficientemente adulto para precisar da tua mão para me safar nos percalços das domingueiras. Quando nasceste, já há muito tempo comia eu pão com côdea. Quanto ao dinheiro, vê lá se ainda não precisas de algum emprestado. Sem moralismos. Presunção e água-benta cada qual toma a que quer!!!

Paulo disse...

Eu amigo, como é que eu te entendo! Mas com a idade que tens devias estar mais preparado e organizado.
Eu só quero fazer de ti um homem H.

Um abraço e até a resistência.

Martinho disse...

Ó meus amigos.... não havia necessidade!!!!!

Se a questão é dinheiro, ou melhor, quem precisa mais ou menos de dinheiro, deixo uma sugestão:
O grupo até precisa de algum apoio pelo que a dupla Paulo / Faria poderia patrocinar perfeitamente o novo equipamento.

Que dizem????

Anónimo disse...

De vez em quando, devemos trocar de alvo, para evitar estragos irreparáveis.
Temos que ter mais atenção, mais à forma que ao que dizemos.
BICIATUS............ sempre........

Delio disse...

"Criançada" !!!!

Vamos lá a ter juízo !!!

Em relação à minha ausência, deveu-se a uma directa de Sábado para Domingo e, como em tempo oportuno vi o resultado de pedalar sem ir à cama,( não foi Zé? ) optei por não ir pedalar.

O assunto da hora, é da inteira consciência de cada um.
A hora de saída é sempre às 8:30h, excepto quando for indicado o contrário.
Quem está pedala, quem não está ou atrasa-se ...
Normalmente os que se atrasam são os que estão mais perto !!!

O CHEFE

PS
Ps - Faço mesmo muita falta!