segunda-feira, 24 de março de 2014

Domingueira dos Mortais

Estava uma manhã fria mas sem chuva e 9 biciatus cheios de vontade de subir paredes. Como atraso na saída e que cada vez é mais costume, participaram Álvaro, Faria, Jorge, Martinho, Mesquita, Paulo, Saldada, Vasco Araújo e Vasco Sousa. 

Com objectivo de treinar para o Challenge seguimos em direcção ao penedo das letras pelo cemitério de S.Cosme do Vale. Uns a Bufar, outros a gemer chegamos ao penedo das letras onde ficamos a admirar as novas sapatilhas do Faria, pois são muito lindas e foram muito baratas. Verificamos também que há um elemento do grupo que tem umas sapatilhas de supostamente são de futebol de salão, mas que dão para qualquer coisa, já fez maratonas com elas, já jogou futebol, anda de bicicleta e certamente outras coisas. Nas imagens podem tentar identificar de quem são as sapatilhas. E também tentem identificar as novas do Faria. Também poden advinhar quem não deu as sapatilhas a tirar fotografia.  

Seguiu-se as pedreiras e os sete caminhos. Nas pedreiras encontramos os velhos amigos, do passeio ao S. Bento, Abílio, Quim Ribeiro e Manuel Torres em grande forma. O Abílio é um exemplo, até parece que estou a ver o Faria dentro de um par de anos, cheio de força e a querer ser sempre o camisola amarela. 
Os sete caminhos estão totalmente diferentes, devido queda de árvores e trabalhas que se estão a realizar por aí, mas na minha opinião melhor e mais difíceis. Para terminar resolvemos descer pelo single do chefe em Requião. Sempre espectacular. 

Os grandes destaques da Domingueira vão para o Álvaro e para o Salada. 

Logo no inicio da Domingueira o Álvaro, como já nos tem habituado gosta de se atirar para o chão. Desta vez, não viu uma pedra que o Martinho tinha visto e deixou ficar a bicicleta e fez um mortal para frente, incompleto e aterrou de peito. Felizmente que não passou de um susto e que ele sabe como se atirar para o chão. 

O Salada na parte final da Domingueira levou-nos a um single que fica por tras da igreja de Antas. Ao entrar no campo não viu um arrame e mais um mortal para a frente com rotação completa e queda nas costas. Todos vimos, graças a boa preparação do Salada não grave aconteceu. 

Devo dizer que estão todos muito bem preparados para o Challenge depois de 40km e 900m de acumulado em 2h30.


1)

2)

3)

4)

5)

6)

7)

8)


5 comentários:

Delio disse...

Paulo,
Se fosse uma composição para um teste de Português, chumbavas !!!!!
Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

A falta que eu faço, até nas crónicas !!!!
Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

PS- Valeu o esforço, Paulo.
Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

Martinho disse...

FDS-se.
Pobre e mal agradecido.

Ó Paulo, tu escreves bem..... Não podes é beber enquanto escreves....AH!AH!AH!

Sabem quem é o figurino que não tem foto das botas????? É o Délio.... Porque ficou a nanar em vez de pedalar....!!!!

Ó Faria, não tinha reparado que tens umas botas da "SORTE". Sim senhor, devem ter sido mais caras porque devem ter protecção anti-queda.

Acho que as devias emprestar ao Álvaro e ao Salada. Bem precisam.

Já agora ficam a saber que o salada já foi retirar o GESSO e está pronto para o Challenge. Quero que vá sempre á frente a abrir caminhos. Tem imenso jeito, e brinca nas situações mais difíceis (dá cambalhotas com duplo motal encarpado á retaguarda). Só não sabe aterrar, mas será concerteza uma questão de treino.
Já o Álvaro não se percebe. É um profissional nas aterragens (treina bastante)e desta vez esbardalhou-se de frente.
Bom, mas nem tudo é mau.... Conseguiu saír ileso. Sem arranhões.
Espetacular.....

Nota: Peço aos companheiros das crónicas para colocarem todas as fotografias que lhes sejam enviadas. Aqui não há sensura...
Faltou a banana do Salada.AH!AH!AH!

Delio disse...

Martinho,só 2 coisas!!!

1 - O Délio ficou a nanar porque no dia anterior tinha subido a "serra da estrela" !!!
2 - Só tiveram tempo de tirar fotografias aos "sapatinhos de princesa" porquê eu não estava lá ...

Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

Jorge Machado disse...

Eu também gostava de dizer qualquer coisa engraçada, mas alguém tem que ter alguma lucidez (mas as minhas sapatilhas além de albergarem os melhores pés também sao as mais bonitas), é que isto de comentar os tombos alheios (também me pareceu que a minha banana era a rainha do baile) tem muito que se lhe diga.

Faria disse...

Martinho,
As minhas sapatilhas não são para qualquer um, além de custar muito dinheiro, também foram ensinadas para pedalar com muita garra e também são anti-urso não sei se me estás a compreender se quiserem que as empreste têm que pagar bom dinheiro. Quanto à crónica da domingueira o Dr. Paulo nalgumas frases depois de fazer um esforço de compreensão consegui decifrar o que queria dizer, pelo menos fez um grande esforço para relatar os aontecimentos. Força BICIATUS....