segunda-feira, 26 de maio de 2014

Onde está o CHEFE?

A pedido especial do Délio, para saída ás 7:30h  lá estávamos pontualmente; Paulo, Martinho, Faria, Jorge e Vasco Araújo, mas o chefe de grilo.
Conversa em dia resolvemos procurar o Chefe para o Monte da Assunção. Entre trilhos conhecidos e alguns descobertos chegamos por volta das 11h a N. S. da Assunção.
 Grande Monte, grandes subidas como dizia o Martinho:
"Nunca vi um monte que só sobe", ou "Ainda vamos ter que descer para chegar a Santa". 

Como não encontramos o chefe resolvemos ir para casa do Martinho provar o sumo que tinha ido buscar ao Douro, acompanhado com um presunto de Lamego, chouriço da região e broa caseira.

Mais uma grande manhã de convívio e em excelente companhia. Viva os Biciatus. 


6 comentários:

Delio disse...


Martinho, isso já é o treino para as 24Horas ?
Já estás a "subornar" dois elementos da equipa PPP?
Não pode ser! o estágio começa hoje !!!!

Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

PS - A minha ausência deveu-se a uma malfadada dor na dentadura, que dura desde Sábado.PQP os dentes !!!

Delio disse...

Ó Paulo, não tens um equipamento em condiçoes para usar ?!?!?!?!?!?!

Paulo disse...

Agora já não se pode andar a civil?
Eu queria ser solidário com o Martinho, mas ele veio com o equipamento alternativo .

Martinho disse...

Ó délio tens que ir á Cutipol substituir o faqueiro.

A passagem lá por casa foi para testar o doping das 24H. Acho que aprovou.

Aliás, não sei se sabem mas o Jorge fez anos. Toca a dar os parabéns...... mas o presunto já era.....EH!EH!EH!

Quanto á farda, espero poder ir bem vestido para a festa.

Paulo disse...

Doping? Aprovou? Eu não quero mais, pois só com o cheiro quase que ficava no sofá toda a tarde. Em vez de dar força da moleza. Está longe de ser de ser uma vitamina recomendada para ciclistas.

Jorge Machado disse...

Companheiros, cada vez estou mais fã das domingueiras,isto de encerrar a volta com presunto, salpicão, broa e um madurinho branco caseiro também ajuda, não percebo como tanta gente não aparece.
Tenho uma máxima que é o seguinte, "o deitar não tem nada a ver com o levantar".
Começo a desconfiar que o mal do pessoal é o "levantar", mas já existem produtos para tudo, pela parte que me toca ainda me "levanto" ao melhor sinal de "festa".