segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

BICIATUS ao ritmo da liga inglesa......
25 de dezembro dia de Natal.
Para queimar os excessos da noite anterior lá estavam o Faria, o Toni dos L.Rápidos , o Paulo P. que apareceu acompanhado do seu irmão H.Pinheiro e eu próprio.

Mal iniciamos a viagem o H.P. lá nos foi informando que já não andava de bicla há 1 ano e que não estava em forma, pelo que, seria uma viagem soft.
Foi tudo o que queríamos ouvir, entre o Louro, Outiz e a Santa não houve subida que nos fugisse, quanto pior, melhor, o Paulo era o principal incitador, com irmãos destes..................
Já na fase final o Toni deu a ideia de bebermos o porto da praxe  e iniciamos a descida, já na fase final e como um mal nunca vem só, o H. P. que também tinha problemas no travão de trás, pois tinha apanhado gordura, lá se estatelou com algum aparato mas logo recuperou para o dito cálice.
Para o ano o reencontro está garantido.
Brindámos a um feliz Natal e rumámos cada um para sua casa para nova rodada de excessos.

Boxing day, 26 de dezembro.
Como combinado lá estavam mais uma vez, o Tó, eu próprio,o Salada, o Faria e o Mesquita, designados guerreiros de sua majestade.

Fomos fazer a volta da ciclovia até à Póvoa, Vila de conde, trilhos do rio este, ciclovia, Famalicão.
Quando passávamos por Vila do Conde, já do outro lado da ponte, havia umas tendas montadas onde se vendia de tudo, metemos lá pelo meio até que se houve uma voz, "olha os ciclistas da Assunção", quem era, a menina a quem comprámos na Assunção o presunto e os chouriços, lá trocámos umas boquitas e continuámos viagem até casa.

28 de dezembro, a liga não pára.
Mais uma vez lá estavam prontos a iniciar viagem, o Álvaro, o Leitão, o Vasco S., eu próprio, o Salada, o Quim Zé, o Paulo P., o Toni e outro colega dos L.Rápidos que antes de chegar à Sé voltou para casa.

De Famalicão à Sé de Braga tudo decorreu sem problemas, fomos à Brasileira tomar um café findo o qual o Leitão e o Vasco saíram mais cedo devido ao adiantado da hora.
Os restantes iniciámos a viagem de regresso pelos caminhos de Santiago, chegados à nacional São Cosme-Braga, o Salada e o Quim Zé seguiram pela estrada, os outros fomos pelos trilhos e marcámos encontro no alto da Portela.
Feito o reencontro descemos para São Cosme e logo a seguir ao ferrugem virámos à direita e lá subimos, não percebi o porquê mas de repente faltava o Quim Zé, procurámos, chamámos e nada.
Descemos até à estrada nacional e esperámos, nada. Para cumulo ninguém tinha o telemóvel do Quim Zé, nada mais nos restou que rumar a casa embora com um misto de missão não cumprida.
Foram 55 km e cerca de 900 de acumulado. 



4 comentários:

Mano Rui disse...

Saudações de Cernache!
Ora então parece que há nos Biciatus gente que honra os compromissos, isto é: Quanto mais se pedala mais apetece pedalar. É desta fibra que se fazem os BICIATUS!
PS: Parece que o Chefe desde que se tornou empresário vai ter dificuldade de horário pelo que é bom que alguém mantenha os trilhos abertos...

joaquim de oliveira disse...

Esta para mim foi a Domingueira do vira aqui.
vira aqui! vira aqui! vira aqui! foi a frase que mais ouvi até que virei de vês mas foi para casa a falta que o chefe faz!

Álvaro Brandão disse...

Bom dia,
Para que não haja dúvidas deixo excerto da última domingueira onde o chefe esteve presente.

"Um pouco mais à frente, o Quim Zé e o João desaparecem!
Chama-se e volta-se a chamar e lá ao longe ouve-se a resposta.
Enquanto um volta para trás eu vou em frente para voltar ao ponto de partida.
Ligo ao Quim Zé, e qual não é o meu espanto quando ele manda o meu sobrinho João, que mora em Cernache, dizer-me onde é que estão!!!!
Quim Zé, o puto nunca andou por estes lados, e queres que ele me diga onde é que vocês estão!!!!
Só pode ser devido ao whisky que não bebeste !!! Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!"

Agora tirem as vossas conclusões…

Cumprimentos

Álvaro

Manuel Mesquita disse...

Boa tarde!

Venho aqui deixar-vos um abraço e desejar que 2015 traga muitas domingueiras excelentes!

Votos sinceros,
Mesquita, Felicidade, Rita e Filipa