segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Domingueira em Airó


Numa manhã excelente, lá nos encontramos para mais uma domingueira.
Compareceram à chamada o Martinho, Paulo, Quim Zé, Faria, Álvaro, Mesquita, Jorge e Délio.
Com muita conversa à mistura, o arranque só se deu quando já passava das 9:00h.
Destino, monte de Airó.
Na primeira subida do dia, 1º malho. 
Calhou em sorte o Quim Zé. o verdadeiro "homem urso". 
Homem urso, porque além de se assustar com o "urso" e malhar, também se assusta a si mesmo com o mesmo resultado, malho!
Logo de seguida, outra subida e o Quim Zé a demorar a "surgir do mato". Eis que chega e exclama " Malhei outra vez!". Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!
Talvez, afogueado pelas quedas, o Quim Zé decide realizar um strip "quase integral".
Finalmente percebi porque é que o Urso gosta tanto dele. 
Vejam lá na foto se também percebem ?
Quim Zé no seu strip !!
Ele quase que tem tanto pelo como o amigo urso !!!! Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah! 
Mudando de assunto, vamos falar do Faria.
Já descendo para Arnoso Stª Maria, talvez ainda com recordações da domingueira anterior, o Faria decide "inventar" trilhos pelo meio de um eucaliptal.
Eu só  lhe dizia, "Ó Faria, temos de descer !" e o homem só seguia em frente.
Honra lhe seja feita, que no final safou-se e fomos ter a um caminho rural, sem necessidade de andar com as binas à mão.
Ainda bem que não estava lá o caçador da semana passada!!!! Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!
No meio deste desbravar de eucaliptos, o Paulo que ia montada numa nova BMC  decidiu ser solidário com o Quim Zé e também viu o urso. Resultado, malho.
Devo destacar a capacidade de reacção do Paulo, que tão depressa caiu tão depressa se levantou. Devia querer escapar ao quedómetro!!!! 
Seguimos por terras do Faria, sem que o famoso presunto aparecesse. Nós vem tentamos ir para aqueles lados,mas nada !
Continuamos a percorrer excelentes trilhos, sempre em bom ritmo, em direcção ao nosso destino.
Lá para o meio, ouve-se o Faria " Foda-se, é um por trás e outro pela frente!" . Ah!Ah!Ah!Ah!Ah! 
Prefiro não nomear os dois "abusadores" !!! Ah!Ah!Ah!Ah!
Chegados a Bastuços Stº Estevão, o Faria e o Martinho, decidiram rumar a casa porque "tinham compromissos" ! Cá para mim estavam com "cagufe" da subida! Fracos!
Eh!Eh!EhEh!
O resto do grupo atacou a subida e com mais ou menos dificuldade, mais rápidos ou mais lentos, todos chegaram ao topo.
O Mesquita vinha pelas pontas, mas lá recuperou !
Fotografia da praxe junto à capela e toca a descer e rumar em direcção a Famalicão.






Chegamos a Famalicão com o bater da 1H.
44km com 940mt de acumulado de subida.

Atenção, SEXTA FEIRA é dia de jantar, não faltem pois vai ser na TASQUINHA DO GALINHEIRO, aqui do chefe !!!




14 comentários:

Delio disse...

Poema dedicado ao Mesquita, pelo que sofreu ontem.

"Não conheço cansaço melhor do que aquele causado pelo que se ama fazer."

Andreza Filizzola

Martinho disse...

Caro Mesquita,

Aqui vai o meu poema:

Estás a sentir-te muito cansado
E não sei o que se passa contigo
Não fiques tão preocupado
Porque o Délio não é inimigo

O cansaço que te traz
É todo ele falsidade
Subidas, por ti ninguém faz
E o Délio nunca conta a verdade

Neste mundo somos todos irmãos
Mas a subir não há afecto nem simpatia
O grupo não tem de maus cidadãos
Tens é que mudar de filosofia…


Nota: Não percebo o GPS do chefe!! Anda a roubar nos Kms e no acumulado....

Delio disse...

Martinho, temos poeta !!!
Aqui vai o meu :

A verdade, crua e pura
É que o Mesquita arrebentou
Quando na curva da amargura
O Paulo ao ouvido lhe falou
Que na desgraçada subida dura
Ainda nem o meio alcançou.

Não ligues a esse "fedelho"
Que ainda acabas no caixão
Ouve bem este conselho
Se não queres ficar como um melão
Segue o chefe deste grupelho
Segue o chefe com paixão.

Délio Ferreira (1972- 20..)

Faria disse...

Caro biciato Mesquita,

Aqui vai o m/poema solidário sobre o teu cansaço:

Pedala sr. Mesquita
se queres chegar à "meta"
Mexe a roda pedaleira
não a deixes ficar quieta.

Persistência e trabalho
É o que temos de ter
Para alcançar sempre algo
Não se pode esmorecer.

Nesta vida "pedalar"
É um lema que se aplica
E no actual contexto
Muito mais se verifica.

Não desistas da corrida
Pois só assim se pode vencer
A pé ou de bicicleta
Todos temos de correr!

Abraço,
FARIA


Martinho disse...

Grandes Poetas "Délio e Faria",

Quanto á situação Mesquita, reconheço que não a fazia tão grave.

Apostei mais no cansaço do Jorge Machado que durante o percurso se ia lamentando da volta de sábado.
Não sei se repararam, mas quase nem falava.

Delio disse...

Martinho,

Será que o nosso amigo já não consegue dar "duas voltas" seguidas ???
Além de não falar, também não consegue escrever, o que levanta ainda mais à questão.
Será que tem o dedo cansado?

Se for esse o caso, em vez de pastilhas de magnésio no fim do "treino", deves tomar o outro, o azul !!!!
Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

Não que eu conheça o efeito do dito, azul!!!!!!

Martinho disse...

Caro Délio,
De facto, são evidências muito preocupantes. Parece que estamos a ser assolados por uma vaga de cansaço, com a agravante de nalguns casos se estender para além dos músculos das pernas...

Quanto á pastilha, prefiro não comentar.

E para ser solidário com o Jorge, aqui vai uma piadola:

O Joãozinho estava prestes a engolir um viagra, quando a mãe o interceptou:
- estás maluco?
- não mãe, estou com caganeira!
- mas isso não é remédio para caganeira...
- Ai isso é que é! ontem mesmo eu ouvi-a dizer ao pai "Toma este viagra pra ver se essa merda endurece!"

AH!AH!AH!AH!



Jorge Machado disse...

Companheiros;
Face a algumas provocações tenho mesmo de dizer qualquer coisa, mas não é que o puto do cansaço até ao cérebro me chegou.
Mas cuidado que espicaçado penso sempre numa solução, a que melhor me ocorre é passar o Pedro's (novo óleo para a corrente) por certa parte do corpo, se foi por causa dele que amoleci, será por sua causa que voltarei a enrijecer.
Como é desgraçado cair em desgraça.....
Ó Mesquita, já reparaste que aqui dos faroleiros, 2 desistiram ao avistarem a dificuldade, à falta de pernas sobra-lhes a veia poética!!!!!!!!!!!!!!

Delio disse...

Ressuscitou !!!!
Viva o Pedro´s !!!
Já temos a prenda ideal para a troca no jantar de Natal. Óleo PEDRO'S para todos !!!
Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

Jorge, agora começo a partilhar a tua preocupação em relação ao Paulo! Será mesmo falta de carinho ?
O melhor será dar-lhe o PEDRO'S já !!
Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!Ah!

Faria disse...

Chefe Délio,

Óleo PEDRO'S como prenda de Natal!!!!

Nem pensar, olha o que aconteceu ao amigo Jorge, passou o referido pelas partes do corpo, desde as partes baixas e subiu até ao cérebro, resultado amoleceu. Fod&&&&-se, para lá com o liquido óleo Pedro's que amolece!!!!!
Ah,Ah,Ah,Ah,ah

Martinho disse...

Bom, pelo discurso parece que vamos ter Jorge no próximo fim-de-semana.

Quanto á experiência de passar o "Pedro" por certas parte do corpo, não sei que te diga!!!!!

Que é uma receita do caralho, é....Não é para todos.

Ó Faria,
Para quem se queixou que andava a ser fodido pela frente e por trás (palavras tuas), estou certo que uma lubrificadela do "Pedro" não te faria mal...!!!!

AH!AH!AH!

MESQUITA disse...

Boa noite.
Ó JORGE JA REPARASTE QUE OS FAROLEIROS SÃO SEMPRE OS MESMOS,SAO OS QUE PEDEM PARA ROLAR NA ÇICLOVIA,...OS QUE ARRAMJAM PRETEXTO PARA REGRESSAREM A MEIO DA DOMINGUEIRA,.. .E OS QUE SO APARECEM DE VEZ EM QUANDO.AH!AH!AH!AH!

Para os autores dos poemas parabéns, tendes veias poéticas.Assim gosto. Afinal valeu a pena, voltamos a elevar o nosso nivel. Um ABRAÇO.

Faria disse...

Caro Mesquita,

Aqui vai o m/poema sobre os faroleiros:

Faroleiro é aquele
que trata do seu farol
Faroleiro é também
O que passa o óleo e fica mole.

Na equipa dos biciatus
Não precisamos de molesas
Precisamos é de lutadores
E deixemo-nos de "finesas"

Houve dois que abandonaram
A domingueira ao meio-dia
Porque foram para casa
A pensar na poesia!!!

Abraço,
Faria

Martinho disse...

Grande Faria,

Isso mesmo.

Os nossos amigos para além de cansaço também revelam problemas auditivos.

Nós avisamos que tínhamos que estar ás 12:30H em Famalicão.